Home > Zidane enfrenta dilema sobre melhor formação após vitória do Real Madrid na Supercopa

Zidane enfrenta dilema sobre melhor formação após vitória do Real Madrid na Supercopa


quarta-feira, 09 agosto 2017

O Real Madrid dominou o Manchester United durante a maior parte da Supercopa da Europa que venceu por 2 x 1 na terça-feira, confirmando ser o melhor time do continente, mas agora Zinedine Zidane enfrenta um dilema.

O Real conquistou troféus consecutivos na Liga dos Campões, mantendo o título em junho ao derrotar a Juventus, e também triunfou no Campeonato Espanhol, reforçando a retaguarda ao trocar a formação 4-3-3 pela 4-4-2 devido à lesão de Gareth Bale.

O problema de Zidane é decidir se mantém este esquema na próxima temporada ou se volta ao 4-3-3.

No 4-4-2, Isco foi selecionado na ponta do diamante do meio-campo. Ele estabeleceu uma ligação perfeita com Cristiano Ronaldo, que assumiu a camisa 9 com facilidade depois de anos na ponta-esquerda.

A formação realçou os pontos fortes do Real e Zidane a usou novamente contra o Manchester United, embora Ronaldo estivesse no banco, já que só voltou aos treinos recentemente e depois de uma folga de verão prolongada.

Bale jogou na frente, ao lado de Karim Benzema, e também se entendeu bem com Isco. O meia-atacante galês chutou uma bola no travessão e depois criou o gol da vitória de seu time em parceria com Isco, que ajeitou para o colega bater uma bola sem chance de alcance de David de Gea.

Ronaldo entrou no segundo tempo, e Zidane admitiu que o atacante ainda está recuperando a forma e ainda não é certeza na escalação que enfrentará o Barcelona no domingo na Supercopa da Espanha.

Com a ascensão de Isco, a elogiada trinca de ataque formada por Bale, Benzema e Cristiano não parece mais ser a melhor opção do Real.

Voltar ao 4-3-3 pode manter seus astros felizes, mas também pode ter consequências negativas para o time, criando um problema para Zidane — que outros técnicos adorariam ter, mas um problema mesmo assim.

 

fonte: AGÊNCIA REUTERS

Compartilhe!