Home > Nadal comemora ser parte de uma geração de campeões do tênis após 3º título do US Open

Nadal comemora ser parte de uma geração de campeões do tênis após 3º título do US Open


segunda-feira, 11 setembro 2017

Pertencer a uma geração de campeões que está definindo uma era no tênis tem mais importância para o espanhol Rafael Nadal do que sua eterna rivalidade com Roger Federer.

Nadal, o tenista número 1 mundo, conquistou no domingo seu terceiro título do Aberto dos Estados Unidos e seu 16º título de Grand Slam ao bater o sul-africano Kevin Anderson por 6-3, 6-3 e 6-4, se aproximando do recorde de 19 títulos de grandes torneios de Federer.

“Com certeza esta rivalidade tem sido importante para nosso esporte, na minha opinião”, disse Nadal sobre suas batalhas com o suíço. “Ela envolveu muita gente, e devido aos estilos diferentes, às personalidades diferentes, e termos jogado pelas coisas mais importantes durante tanto tempo, acredito que tem sido a maior publicidade para nosso esporte”, disse Nadal em uma coletiva de imprensa.

“Sinto-me feliz de ser parte desta rivalidade mas, ao mesmo tempo, disputei até mais jogos com Novak (Djokovic) do que com Roger, e também partidas igualmente importantes”.

Desde que Nadal ganhou o primeiro de seus 10 títulos em Roland Garros, Federer, Djokovic e ele dividiram entre si 43 dos 51 torneios do Grand Slam disputados.

“Na minha carreira tive várias rivalidades. Sinto-me afortunado de ser parte de todas elas de algum modo. Por outro lado, vivi uma era na qual três jogadores conquistaram 19, 16 e 12 (Grand Slams)”, disse em referência a Federer, Djokovic e ele mesmo.

“Isso é muito, não? É uma parte destacada da história do nosso esporte. Isso implica que era difícil para todos ganhar títulos nesta era”.

Desde então só Andy Murray, Stan Wawrinka, Juan Martín del Potro e Marin Cilic ganharam um Grand Slam além do trio.

“É difícil encontrar jogadores na mesma geração que consigam o tipo de cosas que conseguimos”, afirmou Nadal.

“Não é bonito que eu o diga, porque sou parte disto, mas estamos em uma era na qual alguns jogadores têm conseguido cosas incríveis neste esporte, não?”.

“Tem sido fantástico mas, ao mesmo tempo, houve momentos difíceis para ganhar muitos títulos, mas de algum modo deveríamos estar contentes. Porque nós três, mesmo assim, ganhamos muitas coisas e provavelmente Roger, Novak e eu (ganhamos) muito mais do que sonhamos”.

 

FONTE: AGÊNCIA REUTERS

Compartilhe!